Cia. Hiperativa estreia peça infanto-juvenil no Lar São Domingos

11YM Gideôa (3)

Não gostei muito! Disse Maria Vitória da Silva, de 8 anos, sobre a peça que assistiu, esta semana, no auditório do Lar São Domingos. Com brilho nos olhos e muito falante, a pequena justificou o seu comentário pelo seu desagrado com o mau comportamento da personagem principal – uma gatinha que maltratava a natureza –, mas revelou, com alegria, ter aprendido a lição: “Eu aprendi que a gente não deve ser má”. Já Kauane Karoline dos Santos, 14, declarou ter gostado muito da apresentação infanto-juvenil da Cia. Hiperativa porque ensina a não maltratar a Natureza, poluindo os rios, o ar, e machucando os animais. “Devemos é cuidar dela! Porque a gente precisa da Natureza para viver”, declarou a menina.

Gideôa, a Gata Leôa é a terceira montagem teatral da Companhia, que decidiu abrir a temporada de apresentações, antes mesmo de levar a peça aos teatros, junto à meninada do Lar São Domingos. Protagonizada por Sofia Molive, Lucas Darlan divide o palco com a atriz encenando três personagens, a coruja, o leão e o macaco, que sofrem com as ações destrutivas da gatinha malvada, mas acabam lhe dando uma grande lição.

Em duas apresentações, uma pela manhã e outra para as turmas vespertinas, todas as crianças e os adolescentes da sociedade filantrópica assistiram ao espetáculo, absorvendo de forma lúdica grandes ensinamentos sobre a preservação do meio ambiente e dando gostosas risadas com as trapalhadas da gata leôa.

Segundo a produtora da Cia. Hiperativa, Rid Teixeira, a escolha pelo Lar São Domingos para estrear a peça foi por conta da parceria já existente com alguns projetos sociais.

“A gente já fez parceria com o Lar outra vez, com a peça “Fadinha, a magia está na varinha” e teve uma repercussão muito positiva. Nós gostamos muito e percebemos que as crianças também adoraram. Além do mais, é sempre bom estar aqui neste lugar”, concluiu Teixeira, que é uma das fundadoras da Cia. Hiperativa de Teatro, juntamente com Lucas Darlan.

Os comentários estão encerrados.